Portugal tem hoje, dia 23 de abril, 43 concelhos com incidência da covid-19 superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, mais 14 em relação ao boletim anterior divulgado na última sexta-feira.

Em risco muito elevado de contágio estão os municípios de Vila Franca do Campo (1.357), nos Açores, e Odemira (991), no Alentejo, que registam incidências acumuladas superiores a 960 casos por 100 mil habitantes.

Dos 43 concelhos, quatro registam um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 480 casos por cada 100 mil habitantes: Aljezur (501), Machico (546), Resende (572) e Nordeste (576).

Sete concelhos têm valores acima dos 240 casos por 100 mil habitantes: Lagoa (319), Portimão (306), Porto Moniz (299), Ribeira Grande (317), Cabeceiras de Basto (326), Cinfães (247) e Penela (278).

Com zero casos nos últimos 14 dias são referidos 65 concelhos, mais dois em relação ao boletim anterior.

A incidência cumulativa a 14 dias do boletim de hoje refere-se aos dias entre 07 e 20 de abril.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Em 11 de março, na apresentação do plano de desconfinamento, o primeiro-ministro, António Costa, avisou que as medidas da reabertura serão revistas sempre que Portugal ultrapasse os “120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias” ou sempre que o Rt – o número médio de casos secundários que resultam de um caso infetado pelo vírus – ultrapasse 1.

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal manteve-se nos 0,98 enquanto a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias desceu para 72,1, segundo dados hoje divulgados.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na quarta-feira, apontavam para um Rt de 0,98 e uma incidência de 72,7 casos por 100.000 habitantes.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Portugal regista hoje uma morte atribuída à covid-19, 506 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e uma nova redução do número de internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim da DGS estão hoje internados em enfermaria 384 doentes, menos 11 em relação a quinta-feira, e 98 em unidades de cuidados intensivos, menos seis.

É a primeira vez este ano que Portugal tem menos de 100 pessoas nos cuidados intensivos. O valor de hoje é igual ao reportado a 28 de setembro, dia em que estavam também internados 98 doentes.

Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 833.397 casos confirmados e 16.957 óbitos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.073.969 mortos no mundo, resultantes de mais de 144,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Fonte: LUSA

pt_PTPortuguese