A Câmara Municipal de Évora reforçou os apoios aos clubes e associações desportivas, a associações
de apoio à terceira idade e aos Bombeiros Voluntários de Évora por forma a enfrentarem as
dificuldades financeiras sentidas que se têm agravado com o dever de recolhimento domiciliário
imposto devido à pandemia.

Deste modo, em reunião de 24 de Março de 202, foi aprovado por unanimidade um apoio financeiro aos diversos Clubes e Associações Desportivas sem fins lucrativos do Concelho de Évora no valor total de 76.055.82 euros, a repartir por 26 associações.

Sendo a área do envelhecimento ativo um eixo estratégico do Plano de Desenvolvimento Social 2019/21, foi
atribuído por unanimidade um apoio financeiro às associações com centros de convívio para pessoas idosas, de modo a contribuir para manter o funcionamento destes equipamentos durante e após o período de pandemia.
Assim, as associações com protocolo com o Instituto de Segurança Social receberão um apoio cada de 750 euros.

Às que não têm protocolo é atribuído um apoio de 1000 euros cada. O valor total atribuído é de 9.500 euros a
repartir por 11 associações.

Aprovação unânime mereceu igualmente o Protocolo de Colaboração com a Associação Humanitária dos
Bombeiros Voluntários de Évora com a atualização do valor anual no âmbito do Sistema de Proteção Civil
Municipal, mas também de proteção a pessoas e bens, onde a Associação tem um papel crucial, assim como na prestação de atividades de cariz social.

A parceria entre o Município e os Bombeiros Voluntários de Évora tem sido determinante nas diversas respostas às populações, levando a Câmara a decidir a atribuir um apoio financeiro, para 2021, no valor de 45 mil euros, acrescido do custo dos seguros a esta associação, no total o apoio irá ultrapassar os 50 mil euros. Um valor que poderá aumentar caso existam situações excecionais que assim o ditem.

O Presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá, congratulou-se pela classificação do Grupo Pró-Évora como Instituição de Utilidade Pública pelo Governo, no que foi seguido por toda a Câmara. O mesmo sucedeu com as felicitações apresentadas pela Vereadora Sara Dimas Fernandes ao triatleta eborense Filipe Azevedo pelo seu excelente desempenho na recente prova Ironman 70.3 Dubai.

O Presidente da Câmara Municipal fez o habitual ponto de situação sobre a pandemia informando que o concelho de Évora tem registados nesta data apenas 4 casos ativos de Covid-19, o que representa um dos rácios mais baixos do País por 100 mil habitantes. Recorde-se que o total de casos foi já de 3137, tendo recuperado a saúde 3064 pessoas e registando-se 69 óbitos.

Foi suspensa, após ter dado apoio a cerca de 100 doentes, a Estrutura de Acolhimento Residencial, tendo o
Presidente Carlos Pinto de Sá sublinhado a importância de manter a equipa da Segurança Social, dado que a
Estrutura se mantém preparada para ser reativada em 48 horas, caso volte a ser necessário. Quanto à Estrutura Municipal de Apoio ao Hospital, foi também suspensa, depois de apoiar mais de 120 doentes, tendo capacidade para ser reativada em poucas horas.

A vacinação já foi retomada, sendo o Alentejo a região que tem maior número de pessoas já vacinadas. Foram
reativadas as escolas do 1º Ciclo e as do 2º e 3º serão a partir de 5 de Abril. Ou seja, a situação caminha
favoravelmente a todos os níveis, mas mantendo-se a prevenção para, em caso de eventual necessidade, se dar resposta imediata.

O Vereador Alexandre Varela informou sobre o programa de investimentos e reparações na rede viária,
explicando que já iniciou o trabalho a nova equipa de pavimentação (com intervenção na rotunda do Cruzeiro
junto ao Bairro do Granito/Bacelo) e também na Rua do Viveiro. Recebeu formação para iniciar trabalho a nova equipa de reparação com equipamento “patcher” e já foram feitas diversas intervenções.

Foi aprovado por unanimidade o protocolo entre a Câmara Municipal de Évora e a Associação de Moradores do Bairro da Garraia que tem como objetivo permitir a esta Associação realizar obras de abastecimento de água da rede pública aos residentes interessados e a colaboração do Município para a concretização do referido projeto.

A Câmara fornecerá o projeto e caderno de encargos da obra da infraestrutura de abastecimento de água à zona da Garraia (que conta com cerca de 100 fogos), apoiará a associação (dona da obra) no processo de contratação da empresa que executará a obra e fará o acompanhamento técnico da execução desta, incluindo fiscalização e qualquer outro apoio técnico necessário. No final, a autarquia procederá ao asfaltamento das vias (Caminho Municipal 1090 e 1090-1) e receberá a obra, ficando responsável pela sua manutenção. A Associação suportará os custos desta, através da contribuição dos seus associados.

O Vereador Alexandre Varela saudou a iniciativa da Associação de Moradores e a forma colaborativa como a
Associação encarou o problema e procurou resolvê-lo, estando Associação e Câmara a trabalhar em parceria para solucionar esta aspiração da população.

Nesta reunião, o Vereador António Costa da Silva (PSD) explicou que renuncia ao mandato como Vereador que exercia desde 2017. Uma renúncia fruto da sua candidatura às autárquicas ao Município de Viana do Alentejo pelo PSD, concelho onde começou sua actividade profissional e política e onde reside. Explicou que encerra a sua missão com a sensação de dever cumprido, tendo sempre na sua ação procurado defender os interesses de todos os eborenses e agradecendo a toda a Câmara e munícipes a relação estabelecida.

O Presidente da Câmara Municipal de Évora sublinhou que o relacionamento institucional do Vereador com os restantes eleitos foi sempre de grande elevação e as divergências políticas também debatidas com um elevado nível político, sentindo-se todos enriquecidos com o seu contributo, que agradeceu. Estas palavras foram subscritas por todo o Executivo Municipal. O novo Vereador que substitui António Costa da Silva é o advogado, e seguinte na lista do PSD ao Município, José Policarpo.

pt_PTPortuguese