O Centro de Respostas Integradas do Alentejo Central da ARSA, em parceria com a Universidade de Évora e com a colaboração do Serviço de Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências (SICAD), dinamizou no passado dia 24 de Março, na plataforma Zoom, uma sessão de formação sobre prevenção de comportamentos aditivos e dependências em meio laboral. 

A ação, integra o projeto “Universidade Saudável”, cujos objetivos passam pela promoção de uma cultura organizacional geradora de saúde e bem-estar. A iniciativa visou a capacitação de um grupo estratégico de 20 profissionais da Universidade de Évora em matérias de prevenção e gestão de situações envolvendo comportamentos de risco e adições. 

A importância projetiva desta ação é relevante, não só pela sua natureza, mas pelo facto de se dirigir aos colaboradores de uma das maiores entidades empregadoras da região. 

O meio laboral vem assumindo um lugar de prioridade nas intervenções do CRI do Alentejo Central. O valor social, económico e cultural do trabalho, influi imensamente no bem-estar dos colaboradores, interferindo nas suas dinâmicas pessoais e sociais. Questões como, a promoção da saúde mental, riscos psicossociais e outros são temas cada vez mais presentes nas vidas dos indivíduos e das organizações. 

Uma abordagem de prevenção de comportamentos aditivos adequada pode contribuir positivamente para a produtividade e competitividade das mesmas. 

Pretende-se, a médio prazo, além de empoderar a organização, dinamizar ações dirigidas aos trabalhadores, alunos, realização de rastreios, sessões de informação, sensibilização, investigação, formação de mediadores e dirigentes associativos, etc. 

Contextos laborais saudáveis são facilitadores de tomadas de decisão esclarecidas e responsáveis em termos de consumos e comportamentos de risco.​ 

pt_PTPortuguese