1. SITUAÇÃO
    De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para as próximas 72 horas, prevê-se um quadro meteorológico de tempo seco, com aumento gradual dos valores de temperatura máxima e vento de quadrante Leste, realçando-se os seguintes aspetos:
  • Humidade relativa BAIXA durante a tarde. Recuperação noturna a diminuir gradualmente.
  • Vento do quadrante Norte, rodando para o quadrante Leste a partir de dia 27, com brisa no litoral durante a tarde e sendo moderado a forte até 40 km/h durante a noite e manhã nas terras altas.
  • Subida da temperatura nos dias 27 e 28 março, com acentuada amplitude térmica, devendo manter-se até ao dia 1 abril.
  • Este cenário meteorológico traduz-se num aumento dos índices de risco de incêndio até à próxima quarta-feira, dia 31 de março, com condições favoráveis à rápida propagação de incêndios.

    2- EFEITOS EXPECTÁVEIS
    Em função das condições meteorológicas presentes e previstas é expectável:
     Tempo seco com condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.

    3.MEDIDAS PREVENTIVAS
    A ANEPC recorda que, de acordo com as disposições legais em vigor:
  • A realização de queimadas extensivas só é permitida após autorização da Autarquia local;
  • Para os locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja de nível muito elevado ou superior:
    -A queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, está também sujeita a autorização da autarquia local, devendo esta definir o acompanhamento necessário para a sua concretização, tendo em conta o risco do período e zona em causa.

    -Para a sua realização, deverão ser assegurados os cuidados estabelecidos em
    https://fogos.icnf.pt/sgif2010/InformacaoPublicaDados/Queima_2019.jpg.
  • A ANEPC recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor, e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio neste período, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros.
    TODOS SOMOS PROTEÇÃO CIVIL!
pt_PTPortuguese